O Início

Fundado em 1998 pelo ator, diretor, arte-educador e psicólogo Rick Alves, o Espaço Cênico Escola de Atores é uma iniciativa pioneira de ensino de teatro para crianças, jovens e adultos, com foco no público de artistas e não-artistas, iniciantes, interessados na arte em geral. Promove o encontro da arte e cultura a partir de um pensamento em que teoria e prática se interagem e validam-se mutuamente.

Rick Alves é formado em Artes Cênicas e Psicologia. Doutorando em Psicologia/Psicanálise pela Universidade de Buenos Aires/Argentina, estudou Teatro na Educação no Cefar/Palácio das Artes, participou de disciplinas isoladas do mestrado em Artes e na Psicologia da UFMG, estudou Direção na EICTV (Escola Internacional de Cinema e TV de Cuba). Pós-graduado em Psicologia Médica, pela faculdade de medicina da UFMG, estudou Arte Terapia, Arte Educação, Yoga e Teatro Playback com Jo Salas uma das Criadoras deste método. Especialista em Psicodrama,com grande experiência em educação por ter lecionado teatro nos principais colégios de Belo Horizonte, a escola mantém-se fiel aos fundamentos da arte, como forte aliada no desenvolvimento humano e social.

Rick Alves é Associado ao CRP/MG (conselho regional de Psicologia de Minas Gerais), a FEBRAP (Associação Brasileira de Psicodrama de São Paulo) e ao SATED/MG (Sindicato dos artistas e técnicos em espetáculos e diversões do estado de Minas Gerais).

O Espaço Cênico conta com professores habilitados, artistas colaboradores como Ana Zamora Teatro Nacional de Madri e da Cia  Nao de Amores de Espanha, e Rods Beiful ator da escola Royal Shakespeare. Promove apresentações públicas de peças e exercícios cênicos criados na escola anualmente no Teatro Marista Dom Silvério em Belo Horizonte. Conta ainda com uma Biblioteca especializada em artes, com mais de 2 mil títulos, sala de aula prática, sala de canto e localiza-se em região central da capital, o que facilita o acesso a muitas pessoas.

Como consequência do trabalho desenvolvido na escola, em 2002 o artista Rick Alves recebeu um prêmio (na categoria jovem) de responsabilidade social, como melhor prática social desenvolvida no Estado, por projetos realizados pelo Espaço Cênico, em comunidades de Belo Horizonte e região metropolitana, com crianças e adolescentes em situações de risco, através de aulas de teatro e construções de textos conjugado com a arte terapia, com o intuito de promover auto-estima e incentivo à leitura e estudos.